Tripura: 1,128 polling stations sensitive, no major violence in ADC areas

Share

O principal oficial eleitoral de Tripura, Kiran Dinkarrao Gitte, disse na quarta-feira que as 1.128 cabines de votação do estado foram classificadas como “sensíveis” e que medidas adicionais de segurança foram implementadas para esses assentos.

Gitte disse que a comissão eleitoral analisou a sensibilidade das assembleias de voto usando dados históricos sobre comparecimento e violência. “Identificámos 1.128 assembleias de voto sensíveis. Isso inclui 1.100 cabines em risco e 28 críticas”, disse ele a repórteres.

Em comparação com a última eleição geral, quando 370 reclamações por escrito foram recebidas de todo o estado, este ano apenas 54 reclamações foram recebidas e medidas imediatas foram tomadas, disse ele.

Gitte também disse que 600 reclamações sobre o aplicativo C-Vigil foram recebidas e 480 delas foram resolvidas.

Houve uma série de atos de violência nos últimos dias, incluindo o esfaqueamento de um ativista do BJP, o assassinato de um apoiador do TIPRA Motha e ataques a trabalhadores do BJP e da oposição CPM e Congresso.

De acordo com relatórios recentes, 100 companhias adicionais das Forças Armadas Centrais da Polícia chegaram a Tripura até agora, e mais estão a caminho. O pessoal de segurança a ser destacado nas assembleias de voto chegará a partir de 9 de Fevereiro. Por motivos de segurança, no entanto, Gitte não divulgou o número total de funcionários a serem mobilizados.

Monitores eleitorais especiais e monitores de gastos já estão em ação. Os funcionários foram autorizados a impedir procissões não autorizadas. “Se tal cortejo acontecer e não for parado pela polícia, as providências serão tomadas pelo departamento”, afirmou terça-feira o inspetor-geral (Lei e Ordem).

Até o momento, nenhum grande incidente de violência foi relatado nas áreas do Conselho do Distrito Autônomo (ADC). “A maioria dos incidentes ocorreu nos distritos de Tripura Sul e Oeste. Esses são os pontos de acesso. Estamos trabalhando para melhorar a situação…”, disse Gitte.

A eleição será realizada no dia 16 de fevereiro e os votos serão apurados no dia 2 de março. Existem 28.13.478 eleitores, um aumento de 2,4 lakh desde a eleição de 2018. Os eleitores incluem 14.14.576 homens, 13.98.825 mulheres e 77 transgêneros.